Sobre o pensamento

Sobre o pensamento

..."os capoeiristas esclarece, comesamo a entra de fato, no verdadeiro conhecimento de si mesmo, estudioso e desejoso de conhecer a capoeira. vem de olho fito, para mostrar a verdade de que não foram negados pelos negos iniciadores, em cada nego os jestos de modo diferem, amigos, tem segredo, e é muito confuso, só com tempo."
"Procuro saber se a capoeira é ciencia, si é, profunda e vasta, si me fornece conhecimentos sobre o homens, espiritual, mais tambem o homem corporal, e o ensinamentos de ordem moral, ou intelectual..."

imagebrowser image"Vamos agora procurar ver as nossas exposições de . voltas no corpo que lhe dá, de fato, uma maravilhosa impressões sem saber si é, ou não, si é samba, porque ao mesmo tempo, vê-se, a impressão de luta: a ação do corpo, tem relações com sua natureza; ciencia, eu sei que tem na capoeira, é fruto da nossa inteligencia, e tudo que lhe cerca, o meio, e o ambiente."

..."o que é o raciocinio? É uma faculdade do espirito, devemos fazer uso de executar uma ação: si o capoeirista ácreditar no raciocinio, ele vê uma força de recalque, tem a função de esclarecer, dá liberdade de pensamento, e a convicção da verdade: para o bem cumprir, percisa ter conhecimento de como agem as forças por meio da faculdade intuitiva, aquele que não sabe deve aprender..."

..."devemos conhecer ação do pensamento, é o poder da vontade. é o meu desejo, é evoluir, estou na obrigação de atravessar as fases, infancia, a mocidade, e a minha idade esta bem atento, sempre um agente ativo e forte, e sempre capaz, pronto e disposto, esta é a fases na velice, e alegre com os camaradas que me procuram, disposto a enfretar suas artes."

..."a capoeira é espiritualizada e materializada no eu de cada qual..."

"Amigos o corpo é um grande systema de razão, por detraz de nosssos pensamentos acha-se um Snr. poderoso, um sabio desconhecido..."

"O bom capoeirista espera, o ambicioso agita-se e precipita-se, o famoso o povo lhe diz."

Fontes:
Angelo A. Decanio Filho. Manuscritos e desenhos de Mestre Pastinha.
Angelo A. Decanio Filho. A herança de Pastinha. 2 ed. 1997.